No texto de Devarim 17: 5 – 19:11 aparece Yeshua codificado saltando 955 letras equidistante

28/03/2017 15:33

No texto de Devarim 17: 5 – 19:11 aparece Yeshua codificado saltando 955 letras equidistante

 

Devarim 17: 5 – 19:11.

ה. וְהוֹצֵאתָ אֶת הָאִישׁ הַהוּא אוֹ אֶת הָאִשָּׁה הַהִוא אֲשֶׁר עָשׂוּ אֶת הַדָּבָר הָרַע הַזֶּה אֶל שְׁעָרֶיךָ אֶת הָאִישׁ אוֹ אֶת הָאִשָּׁה וּסְקַלְתָּם בָּאֲבָנִים וָמֵתוּ:

ו. עַל פִּי | שְׁנַיִם עֵדִים אוֹ שְׁלשָׁה עֵדִים יוּמַת הַמֵּת לֹא יוּמַת עַל פִּי עֵד אֶחָד:

ז. יַד הָעֵדִים תִּהְיֶה בּוֹ בָרִאשֹׁנָה לַהֲמִיתוֹ וְיַד כָּל הָעָם בָּאַחֲרֹנָה וּבִעַרְתָּ הָרָע מִקִּרְבֶּךָ:

ח. כִּי יִפָּלֵא מִמְּךָ דָבָר לַמִּשְׁפָּט בֵּין דָּם | לְדָם בֵּין דִּין לְדִין וּבֵין נֶגַע לָנֶגַע דִּבְרֵי רִיבֹת בִּשְׁעָרֶיךָ וְקַמְתָּ וְעָלִיתָ אֶל הַמָּקוֹם אֲשֶׁר יִבְחַר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ בּוֹ:

ט. וּבָאתָ אֶל הַכֹּהֲנִים הַלְוִיִּם וְאֶל הַשֹּׁפֵט אֲשֶׁר יִהְיֶה בַּיָּמִים הָהֵם וְדָרַשְׁתָּ וְהִגִּידוּ לְךָ אֵת דְּבַר הַמִּשְׁפָּט:

י. וְעָשִׂיתָ עַל פִּי הַדָּבָר אֲשֶׁר יַגִּידוּ לְךָ מִן הַמָּקוֹם הַהוּא אֲשֶׁר יִבְחַר יְהֹוָה וְשָׁמַרְתָּ לַעֲשׂוֹת כְּכֹל אֲשֶׁר יוֹרוּךָ:

יא. עַל פִּי הַתּוֹרָה אֲשֶׁר יוֹרוּךָ וְעַל הַמִּשְׁפָּט אֲשֶׁר יֹאמְרוּ לְךָ תַּעֲשֶׂה לֹא תָסוּר מִן הַדָּבָר אֲשֶׁר יַגִּידוּ לְךָ יָמִין וּשְׂמֹאל:

יב. וְהָאִישׁ אֲשֶׁר יַעֲשֶׂה בְזָדוֹן לְבִלְתִּי שְׁמֹעַ אֶל הַכֹּהֵן הָעֹמֵד לְשָׁרֶת שָׁם אֶת יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ אוֹ אֶל הַשֹּׁפֵט וּמֵת הָאִישׁ הַהוּא וּבִעַרְתָּ הָרָע מִיִּשְׂרָאֵל:

יג. וְכָל הָעָם יִשְׁמְעוּ וְיִרָאוּ וְלֹא יְזִידוּן עוֹד:

יד. כִּי תָבֹא אֶל הָאָרֶץ אֲשֶׁר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ נֹתֵן לָךְ וִירִשְׁתָּהּ וְיָשַׁבְתָּה בָּהּ וְאָמַרְתָּ אָשִׂימָה עָלַי מֶלֶךְ כְּכָל הַגּוֹיִם אֲשֶׁר סְבִיבֹתָי:

טו. שׂוֹם תָּשִׂים עָלֶיךָ מֶלֶךְ אֲשֶׁר יִבְחַר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ בּוֹ מִקֶּרֶב אַחֶיךָ תָּשִׂים עָלֶיךָ מֶלֶךְ לֹא תוּכַל לָתֵת עָלֶיךָ אִישׁ נָכְרִי אֲשֶׁר לֹא אָחִיךָ הוּא:

טז. רַק לֹא יַרְבֶּה לּוֹ סוּסִים וְלֹא יָשִׁיב אֶת הָעָם מִצְרַיְמָה לְמַעַן הַרְבּוֹת סוּס וַיהֹוָה אָמַר לָכֶם לֹא תֹסִפוּן לָשׁוּב בַּדֶּרֶךְ הַזֶּה עוֹד:

יז. וְלֹא יַרְבֶּה לּוֹ נָשִׁים וְלֹא יָסוּר לְבָבוֹ וְכֶסֶף וְזָהָב לֹא יַרְבֶּה לּוֹ מְאֹד:

יח. וְהָיָה כְשִׁבְתּוֹ עַל כִּסֵּא מַמְלַכְתּוֹ וְכָתַב לוֹ אֶת מִשְׁנֵה הַתּוֹרָה הַזֹּאת עַל סֵפֶר מִלִּפְנֵי הַכֹּהֲנִים הַלְוִיִּם:

יט. וְהָיְתָה עִמּוֹ וְקָרָא בוֹ כָּל יְמֵי חַיָּיו לְמַעַן יִלְמַד לְיִרְאָה אֶת יְהֹוָה אֱלֹהָיו לִשְׁמֹר אֶת כָּל דִּבְרֵי הַתּוֹרָה הַזֹּאת וְאֶת הַחֻקִּים הָאֵלֶּה לַעֲשׂתָם:

כ. לְבִלְתִּי רוּם לְבָבוֹ מֵאֶחָיו וּלְבִלְתִּי סוּר מִן הַמִּצְוָה יָמִין וּשְׂמֹאול לְמַעַן יַאֲרִיךְ יָמִים עַל מַמְלַכְתּוֹ הוּא וּבָנָיו בְּקֶרֶב יִשְׂרָאֵל:

א. לֹא יִהְיֶה לַכֹּהֲנִים הַלְוִיִּם כָּל שֵׁבֶט לֵוִי חֵלֶק וְנַחֲלָה עִם יִשְׂרָאֵל אִשֵּׁי יְהֹוָה וְנַחֲלָתוֹ יֹאכֵלוּן:

ב. וְנַחֲלָה לֹא יִהְיֶה לּוֹ בְּקֶרֶב אֶחָיו יְהֹוָה הוּא נַחֲלָתוֹ כַּאֲשֶׁר דִּבֶּר לוֹ:

ג. וְזֶה יִהְיֶה מִשְׁפַּט הַכֹּהֲנִים מֵאֵת הָעָם מֵאֵת זֹבְחֵי הַזֶּבַח אִם שׁוֹר אִם שֶׂה וְנָתַן לַכֹּהֵן הַזְּרֹעַ וְהַלְּחָיַיִם וְהַקֵּבָה:

ד. רֵאשִׁית דְּגָנְךָ תִּירשְׁךָ וְיִצְהָרֶךָ וְרֵאשִׁית גֵּז צֹאנְךָ תִּתֶּן לוֹ:

ה. כִּי בוֹ בָּחַר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ מִכָּל שְׁבָטֶיךָ לַעֲמֹד לְשָׁרֵת בְּשֵׁם יְהֹוָה הוּא וּבָנָיו כָּל הַיָּמִים:

ו. וְכִי יָבֹא הַלֵּוִי מֵאַחַד שְׁעָרֶיךָ מִכָּל יִשְׂרָאֵל אֲשֶׁר הוּא גָּר שָׁם וּבָא בְּכָל אַוַּת נַפְשׁוֹ אֶל הַמָּקוֹם אֲשֶׁר יִבְחַר יְהֹוָה:

ז. וְשֵׁרֵת בְּשֵׁם יְהֹוָה אֱלֹהָיו כְּכָל אֶחָיו הַלְוִיִּם הָעֹמְדִים שָׁם לִפְנֵי יְהֹוָה:

ח. חֵלֶק כְּחֵלֶק יֹאכֵלוּ לְבַד מִמְכָּרָיו עַל הָאָבוֹת:

ט. כִּי אַתָּה בָּא אֶל הָאָרֶץ אֲשֶׁר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ נֹתֵן לָךְ לֹא תִלְמַד לַעֲשׂוֹת כְּתוֹעֲבֹת הַגּוֹיִם הָהֵם:

י. לֹא יִמָּצֵא בְךָ מַעֲבִיר בְּנוֹ וּבִתּוֹ בָּאֵשׁ קֹסֵם קְסָמִים מְעוֹנֵן וּמְנַחֵשׁ וּמְכַשֵּׁף:

יא. וְחֹבֵר חָבֶר וְשֹׁאֵל אוֹב וְיִדְּעֹנִי וְדֹרֵשׁ אֶל הַמֵּתִים:

יב. כִּי תוֹעֲבַת יְהֹוָה כָּל עֹשֵׂה אֵלֶּה וּבִגְלַל הַתּוֹעֵבֹת הָאֵלֶּה יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ מוֹרִישׁ אוֹתָם מִפָּנֶיךָ:

יג. תָּמִים תִּהְיֶה עִם יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ:

יד. כִּי | הַגּוֹיִם הָאֵלֶּה אֲשֶׁר אַתָּה יוֹרֵשׁ אוֹתָם אֶל מְעֹנְנִים וְאֶל קֹסְמִים יִשְׁמָעוּ וְאַתָּה לֹא כֵן נָתַן לְךָ יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ:

טו. נָבִיא מִקִּרְבְּךָ מֵאַחֶיךָ כָּמֹנִי יָקִים לְךָ יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ אֵלָיו תִּשְׁמָעוּן:

טז. כְּכֹל אֲשֶׁר שָׁאַלְתָּ מֵעִם יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ בְּחֹרֵב בְּיוֹם הַקָּהָל לֵאמֹר לֹא אֹסֵף לִשְׁמֹעַ אֶת קוֹל יְהֹוָה אֱלֹהָי וְאֶת הָאֵשׁ הַגְּדֹלָה הַזֹּאת לֹא אֶרְאֶה עוֹד וְלֹא אָמוּת:

יז. וַיֹּאמֶר יְהֹוָה אֵלָי הֵיטִיבוּ אֲשֶׁר דִּבֵּרוּ:

יח. נָבִיא אָקִים לָהֶם מִקֶּרֶב אֲחֵיהֶם כָּ

מוֹךָ וְנָתַתִּי דְבָרַי בְּפִיו וְדִבֶּר אֲלֵיהֶם אֵת כָּל אֲשֶׁר אֲצַוֶּנּוּ:

יט. וְהָיָה הָאִישׁ אֲשֶׁר לֹא יִשְׁמַע אֶל דְּבָרַי אֲשֶׁר יְדַבֵּר בִּשְׁמִי אָנֹכִי אֶדְרשׁ מֵעִמּוֹ:

כ. אַךְ הַנָּבִיא אֲשֶׁר יָזִיד לְדַבֵּר דָּבָר בִּשְׁמִי אֵת אֲשֶׁר לֹא צִוִּיתִיו לְדַבֵּר וַאֲשֶׁר יְדַבֵּר בְּשֵׁם אֱלֹהִים אֲחֵרִים וּמֵת הַנָּבִיא הַהוּא:

כא. וְכִי תֹאמַר בִּלְבָבֶךָ אֵיכָה נֵדַע אֶת הַדָּבָר אֲשֶׁר לֹא דִבְּרוֹ יְהֹוָה:

כב. אֲשֶׁר יְדַבֵּר הַנָּבִיא בְּשֵׁם יְהֹוָה וְלֹא יִהְיֶה הַדָּבָר וְלֹא יָבֹא הוּא הַדָּבָר אֲשֶׁר לֹא דִבְּרוֹ יְהֹוָה בְּזָדוֹן דִּבְּרוֹ הַנָּבִיא לֹא תָגוּר מִמֶּנּוּ:

א. כִּי יַכְרִית יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ אֶת הַגּוֹיִם אֲשֶׁר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ נֹתֵן לְךָ אֶת אַרְצָם וִירִשְׁתָּם וְיָשַׁבְתָּ בְעָרֵיהֶם וּבְבָתֵּיהֶם:

ב. שָׁלוֹשׁ עָרִים תַּבְדִּיל לָךְ בְּתוֹךְ אַרְצְךָ אֲשֶׁר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ נֹתֵן לְךָ לְרִשְׁתָּהּ:

ג. תָּכִין לְךָ הַדֶּרֶךְ וְשִׁלַּשְׁתָּ אֶת גְּבוּל אַרְצְךָ אֲשֶׁר יַנְחִילְךָ יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ וְהָיָה לָנוּס שָׁמָּה כָּל רֹצֵחַ:

ד. וְזֶה דְּבַר הָרֹצֵחַ אֲשֶׁר יָנוּס שָׁמָּה וָחָי אֲשֶׁר יַכֶּה אֶת רֵעֵהוּ בִּבְלִי דַעַת וְהוּא לֹא שׂנֵא לוֹ מִתְּמֹל שִׁלְשֹׁם:

ה. וַאֲשֶׁר יָבֹא אֶת רֵעֵהוּ בַיַּעַר לַחְטֹב עֵצִים וְנִדְּחָה יָדוֹ בַגַּרְזֶן לִכְרֹת הָעֵץ וְנָשַׁל הַבַּרְזֶל מִן הָעֵץ וּמָצָא אֶת רֵעֵהוּ וָמֵת הוּא יָנוּס אֶל אַחַת הֶעָרִים הָאֵלֶּה וָחָי:

ו. פֶּן יִרְדֹּף גֹּאֵל הַדָּם אַחֲרֵי הָרֹצֵחַ כִּי יֵחַם לְבָבוֹ וְהִשִּׂיגוֹ כִּי יִרְבֶּה הַדֶּרֶךְ וְהִכָּהוּ נָפֶשׁ וְלוֹ אֵין מִשְׁפַּט מָוֶת כִּי לֹא שׂנֵא הוּא לוֹ מִתְּמוֹל שִׁלְשׁוֹם:

ז. עַל כֵּן אָנֹכִי מְצַוְּךָ לֵאמֹר שָׁלשׁ עָרִים תַּבְדִּיל לָךְ:

ח. וְאִם יַרְחִיב יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ אֶת גְּבֻלְךָ כַּאֲשֶׁר נִשְׁבַּע לַאֲבֹתֶיךָ וְנָתַן לְךָ אֶת כָּל הָאָרֶץ אֲשֶׁר דִּבֶּר לָתֵת לַאֲבֹתֶיךָ:

ט. כִּי תִשְׁמֹר אֶת כָּל הַמִּצְוָה הַזֹּאת לַעֲשׂתָהּ אֲשֶׁר אָנֹכִי מְצַוְּךָ הַיּוֹם לְאַהֲבָה אֶת יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ וְלָלֶכֶת בִּדְרָכָיו כָּל הַיָּמִים וְיָסַפְתָּ לְךָ עוֹד שָׁלשׁ עָרִים עַל הַשָּׁלשׁ הָאֵלֶּה:

י. וְלֹא יִשָּׁפֵךְ דַּם נָקִי בְּקֶרֶב אַרְצְךָ אֲשֶׁר יְהֹוָה אֱלֹהֶיךָ נֹתֵן לְךָ נַחֲלָה וְהָיָה עָלֶיךָ דָּמִים:

יא. וְכִי יִהְיֶה אִישׁ שׂנֵא לְרֵעֵהוּ וְאָרַב לוֹ וְקָם עָלָיו וְהִכָּהוּ נֶפֶשׁ וָמֵת וְנָס אֶל אַחַת הֶעָרִים הָאֵל:

5 Então tirarás o homem ou a mulher que fez este malefício, às tuas portas, e apedrejarás o tal homem ou mulher, até que morra.

6 Por boca de duas testemunhas, ou três testemunhas, será morto o que houver de morrer; por boca de uma só testemunha não morrerá.

7 As mãos das testemunhas serão primeiro contra ele, para matá-lo; e depois as mãos de todo o povo; assim tirarás o mal do meio de ti.

8 Quando alguma coisa te for difícil demais em juízo, entre sangue e sangue, entre demanda e demanda, entre ferida e ferida, em questões de litígios nas tuas portas, então te levantarás, e subirás ao lugar que escolher o Yahuh teu Elohim;

9 E virás aos Kohanym levyim, e ao shofet que houver naqueles yamim, e inquirirás, e te anunciarão a sentença do juízo.

10 E farás conforme ao mandado da palavra que te anunciarem no lugar que escolher o Yahuh; e terás cuidado de fazer conforme a tudo o que te ensinarem.

11 Conforme ao mandado da Torah (תּוֹרָה lei) que te ensinarem, e conforme ao juízo que te disserem, farás; da palavra que te anunciarem tu não desviarás, nem para a direita nem para a esquerda.

12 O homem, pois, que se houver soberbamente, não dando ouvidos ao Kohén, que está ali para servir ao Yahuh teu Elohím, nem ao shofet, esse homem morrerá; e tirarás o mal de Ysrael;

13 Para que todo o povo o ouça, e tema, e nunca mais se ensoberbeça.

14 Quando entrares na terra que te dá o Yahuh teu Elohím, e a possuíres, e nela habitares, e disseres: Porei sobre mim um rei, assim como têm todas as nações que estão em redor de mim;

15 Porás certamente sobre ti como rei aquele que escolher o Yahuh teu Elohím; dentre teus irmãos porás rei sobre ti; não poderás pôr homem estranho sobre ti, que não seja de teus irmãos.

16 Porém ele não multiplicará para si cavalos, nem fará voltar o povo ao Mitzrayim para multiplicar cavalos; pois o Yahuh vos tem dito: Nunca mais voltareis por este caminho.

17 Tampouco para si multiplicará mulheres, para que o seu coração não se desvie; nem prata nem ouro multiplicará muito para si.

18 Será também que, quando se assentar sobre o trono do seu reino, então escreverá para si num livro, um traslado desta Torah, do original que está diante dos Kohanym levyim.

19 E o Terá consigo, e nele lerá todos os yamim da sua vida, para que aprenda a temer ao Yahuh seu Elohím, para guardar todas as palavras desta Torah, e estes estatutos, para cumpri-los;

20 Para que o seu coração não se levante sobre os seus irmãos, e não se aparte do mandamento, nem para a direita nem para a esquerda; para que prolongue os seus yamim no seu reino, ele e seus filhos no meio de Ysrael.

1 Os Kohanym levitas, toda a tribo de Levyim, não terão parte nem herança com Ysrael; das ofertas queimadas do Yahuh e da sua herança comerão.

2 Por isso não terão herança no meio de seus irmãos; o Yahuh é a sua herança, como lhes tem dito.

3 Este, pois, será o direito dos Kohanym, a receber do povo, dos que oferecerem sacrifício, seja boi ou gado miúdo; que darão ao Kohén a espádua e as queixadas e o bucho.

4 Dar-lhe-ás as primícias do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e as primícias da tosquia das tuas ovelhas.

5 Porque o Yahuh teu Elohím o escolheu de todas as tuas tribos, para que assista e sirva no nome do Yahuh, ele e seus filhos, todos os yamim.

6 E, quando chegar um levy de alguma das tuas portas, de todo o Ysrael, onde habitar; e vier com todo o desejo da sua néfesch ao lugar que o Yahuh escolheu;

7 E servir no nome do Yahuh seu Elohim, como também todos os seus irmãos, os levyim, que assistem ali perante o Yahuh,

8 Igual porção comerão, além das vendas do seu patrimônio.

9 Quando entrares na terra que o Yahuh teu Elohím te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações.

10 Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem praticante de magia, nem agoureiro, nem feiticeiro;

11 Nem encantador, nem quem consulte a um adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;

12 Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Yahuh; e por estas abominações o Yahuh teu Elohím os lança fora de diante de ti.

13 Perfeito serás, como o Yahuh teu Elohím.

14 Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os praticantes de magia e os adivinhadores; porém a ti o Yahuh teu Elohím não permitiu tal coisa.

15 O Yahuh יָהוּה Elohím te levantará um navy do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis;

16 Conforme a tudo o que pediste ao Yahuh יָהוּה teu Elohím em Chorev, no yom da Kahal, dizendo: Não ouvireis mais a voz do Yahuh יָהוּה teu Elohím, nem mais verei este grande fogo, para que não morra.

17 Então o Yahuh יָהוּה me disse: Falaram bem naquilo que disseram.

18 Eis que lhes suscitarei um navy do meio de seus irmãos, como tu, e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar.

19 E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu o requererei dele.

20 Porém o navy que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que eu não lhe tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros elohais, esse navy morrerá.

21 E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Yahuh יָהוּה não falou?

22 Quando o navy falar em nome do Yahuh יָהוּה, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Yahuh יָהוּה não falou; com soberba a falou aquele navy; não tenhas temor dele.

1 Quando o Yahuh יָהוּה teu Elohim desarraigar as nações cuja terra te dará o Yahuh יָהוּה teu Elohim, e tu as possuíres, e morares nas suas cidades e nas suas casas,

2 Três cidades separarás, no meio da terra que te dará o Yahuh יָהוּה teu Elohim para a possuíres.

3 Preparar-te-ás o caminho; e os termos da tua terra, que te fará possuir o Yahuh יָהוּה teu Elohím, dividirás em três; e isto será para que todo o homicida se acolha ali.

4 E este é o caso tocante ao homicida, que se acolher ali, para que viva; aquele que por engano ferir o seu próximo, a quem não odiava antes;

5 Como aquele que entrar com o seu próximo no bosque, para cortar lenha, e, pondo força na sua mão com o machado para cortar a árvore, o ferro saltar do cabo e ferir o seu próximo e este morrer, aquele se acolherá a uma destas cidades, e viverá;

6 Para que o vingador do sangue não vá após o homicida, quando se enfurecer o seu coração, e o alcançar, por ser comprido o caminho, e lhe tire a vida; porque não é culpado de morte, pois o não odiava antes.

7 Portanto te dou ordem, dizendo: Três cidades separarás.

8 E, se o Yahuh יָהוּה teu Elohím dilatar os teus termos, como jurou a teus pais, e te der toda a terra que disse daria a teus pais

9 Quando guardares todos estes mandamentos, que hoje te ordeno, para cumprí-los, amando ao Yahuh יָהוּה teu Elohím e andando nos seus caminhos todos os yamim, então acrescentarás outras três cidades além destas três.

10 Para que o sangue inocente não se derrame no meio da tua terra, que o Yahuh teu ‘Elo(rr)hím(i) te dá por herança, e haja sangue sobre ti.

11 Mas, havendo alguém que odeia a seu próximo, e lhe arma ciladas, e se levanta contra ele, e o fere mortalmente, e se acolhe a alguma destas cidades,

 

    Os muitos profetas que surgiram em Yisrael cumpriram funções importantes. Todos eles cumpriram parte desta profecia, mas nenhum esteve a par de Moshêh. Portanto tem que haver um que se assemelhe a Moshêh em muitas áreas da sua vida, para que haja um cumprimento pleno desta Escritura. Há muita semelhança entre Yeshua e Moshêh, desde o seu nascimento até à sua morte. A vida e ministério de Moshêh constitui uma sombra profética do próprio Mashiach. O Mashiach seria como Moshêh. Vamos ver algumas coisas da vida de Moshêh que se assemelham à do Mashiach Yeshua:

 

·   1) Moshêh nasceu numa situação de perigo e teve que ser escondido. Em Shemot 1:22 “Então ordenou Paroh (Faraó) a todo o seu povo, dizendo: A todo o ben (filho) que nascer lançareis no rio, mas a toda a bat (filha) guardareis com vida.” Shemot 2: 3 está escrito: “Não podendo, porém, mais escondê-lo, tomou uma arca de juncos, e a revestiu com barro e betume; e, pondo nela o menino, a pôs nos juncos à margem do rio.” Quando nasceu o menino, que mais adiante levaria o nome de Moshêh, havia uma ameaça de morte sobre ele. O Paroh, rei do Mitsrayim, tinha ordenado que todos os meninos varões de Yisrael fossem brutalmente assassinados, com o propósito de que o povo hebreu não se multiplicasse mais sobre a terra e para que os Mitsraitas pudessem assim continuar a subjugá-los. Portanto, os pais deste formoso menino, tiveram que o manter escondido durante vários meses para salvar a sua vida. Tal como quando o Mashiach Yeshua nasceu, houve uma ameaça de morte sobre ele, cf. Matityahu 2 “1 Tendo, pois, nascido Yeshua em Beit Lechem, cidade de Yehudáh, no tempo do rei Herodes, eis que vieram do oriente a Yerushalayim uns astrônomos que perguntavam: 2 “Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? Pois do oriente vimos a sua estrela e viemos adorá-lo.” 3 O rei Herodes, ouvindo isso, perturbou-se, e com ele toda a Yerushalayim; 4 E, reunindo todos os principais Kohanym e os sof’rim do povo, perguntava-lhes: onde havia de nascer o Mashiach? 5 Responderam-lhe eles: “Em Beit Lechem, cidade de Yehudáh; pois assim está escrito pelo profeta: 6 “Mas tu, Beit-Lechem, E'fratá, tão pequena dentre os clans de Yehudá, de ti sairá Aquele que reinará sobre Israel.” 7 Então Herodes chamou secretamente os sábios, e deles questionou com precisão a respeito do tempo em que a estrela aparecera; 8 E enviando-os a Beit Lechem, disse-lhes: “Ide, e perguntai cuidadosamente pelo menino; e, quando o achardes, participai-mo, para que também eu vá e o adore.” 9 Tendo eles, pois, ouvido o rei, partiram; e eis que a estrela que tinham visto quando no oriente ia adiante deles, até que, chegando, se deteve sobre o lugar onde estava o menino. 10 Ao verem eles a estrela, alegraram-se com grande felicidade. [E quando Yossef fitou os olhos, viu uma multidão de peregrinos que vinham juntos para a caverna, e disse: “Levantar-me-ei e irei ao encontro deles.” E ao sair, Yossef disse a Shimon: “Parece-me que os que vêm são astrônomos, pois a todo momento olham para o shamayim e confabulam uns com os outros. 11 Mas parecem estrangeiros, pois sua aparência difere da nossa; e eis que suas vestes são ricas e sua aparência bem escura; têm as cabeças cobertas e suas vestes parecem de seda, e têm divisórias em suas pernas. E pararam a me contemplar, e eis que se puseram novamente a andar, e se aproximam daqui.”] E entrando no local, viram o menino com Miriyam sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, olíbano e mirra. 12 E sucedeu que quando estavam adormecidos, eis que lhes apareceu um Malakh e disse: “Cuideis para que não retorneis a Yerushalayim, a Herodes.” então regressaram à sua terra por outro caminho.” 13 E, havendo eles se retirado, eis que um Malakh do YHWH apareceu a Yossef em sonho, dizendo: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe, foge para o Mitzrayim, e ali fica até que eu te fale; porque Herodes há de procurar o menino para o matar.” 14 Levantou-se, pois, tomou de laylah o menino e sua mãe, e partiu para o Mitzrayim. 15 E lá ficou até a morte de Herodes, para que se cumprisse o que fora dito da parte de YHWH pelo profeta: “Do Mitzrayim chamei o meu Filho.” 16 Então Herodes, vendo que fora iludido pelos sábios, irou-se grandemente e mandou matar todos os meninos de dois anos para baixo que havia em Beit Lechem, e em todos os seus arredores, segundo o tempo que com precisão questionara dos sábios. 17 Cumpriu-se então o que fora dito pelo profeta Yirmeyahu: 18 “Em Ramá se ouviu uma voz, lamentação e grande pranto: Rachel chorando os seus filhos, e não querendo ser consolada, porque eles já não existem.” 19 Mas tendo morrido o rei Herodes, eis que um Malakh do YHWH apareceu em sonho a Yossef no Mitzrayim, 20 Dizendo: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe e vai para a terra de Yisrael; porque já morreram os que procuravam a morte do menino.” 21 Então ele se levantou, tomou o menino e sua mãe e foi para a terra de Yisrael. 22 Ouvindo, porém, que Arquelau reinava em Yehudáh em lugar de seu pai Herodes, temeu ir para lá; mas avisado em sonho por revelação, retirou-se para a terra de Galil, 23 E foi habitar numa cidade chamada Natseret; para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta: “Ele será chamado Natseret.” O rei Herodes temia que o novo rei dos judeus, que tinha nascido, lhe retirasse o seu posto. Por isso mandou matar todos os meninos de Beit Lechem. Yeshua, tal como Moshêh, foi salvo pela mão do Eterno da mão dos reis que os queriam matar.

 

·    2) O nome Moshêh é uma profecia messiânica. Em Shemot 2:10 está escrito: “E, quando o menino já era grande, ela o trouxe à bat de Paroh, a qual o adotou; e chamou-lhe Moshêh [Retirado; Salvo da água], e disse: Porque das águas o tenho tirado.” A filha de Paroh pôs o nome “Moshêh” sobre o menino. Esse nome vem da palavra “masháh” que significa: “tirar (da água), “fazer sair”, “extrair”, “salvar”. Moshêh foi tirado de uma morte certa no rio, cf. Maasei shilichim 7:21 “E, sendo enjeitado, tomou-o a filha de Paroh, e o criou como seu filho.” e por isso veio a ser uma figura profética do Mashiach. Como Moshêh foi tirado da morte no rio, o Mashiach foi tirado da morte no lado de fogo, cf. Tehilim 18; 69; 88; Zekachayahu 3:2 “Mas o Yahuh disse a Ha’Satan: O Yahuh te repreenda, ó Ha’Satan, sim, o Yahuh, que escolheu Yerushalaim, te repreenda; não é este um tição tirado do fogo?”

 

·   3) Moshêh não se apegou à kevod, antes preferiu associar-se a um povo escravizado. Em Shemot 2:11 está escrito: “E aconteceu naqueles yamim que, sendo Moshêh já homem, saiu a seus irmãos, e atentou para as suas cargas; e viu que um Mitzrayim feria a um Ivry (hebreu), homem de seus irmãos.” Há quem entenda, que muito provavelmente Moshêh iria ser o próximo rei do Mitsrayim, lugar esse que eram os filhos das filhas dos Paroh que viriam a ser os sucessores do trono. Apesar dessa posição de honra e riqueza mundial, Moshêh valorizou a sua identidade hebraica mais que todos os privilégios do Mitsrayim. Em Ivrim 11:24-27 está escrito: “24 Por uma obra de emunah Mosheh não permitiu que fosse chamado o filho da filha do Paroh, [título] pelo qual ele seria maior, 25 o qual continuou a sofrer com o povo de Elohim ao invés de desejar grande prazer na iniqüidade por um tempo. 26 Pois ele estimava a repreensão do Mashiach como sendo maior do que as desgraças do Mitsrayim. Em geral, ele vislumbrava a recompensa. 27 Por uma obra de emunah ele abandonou o Mitsrayim e não temeu a ira do rei. Por isto ele foi preservado pelo descanso, vendo aquilo que não se pode ver.” De igual modo, como Moshêh, Yeshua quando foi enviado ao povo Yehud, não reclamou a honra que Yahuh tinha destinado para ele antes da fundação do mundo, cf. Yochanan 17:5 “Agora, Pai, exalta-me junto a ti, com a kevod que tive contigo antes que houvesse o mundo.” Quando cresceu, em vez de se agarrar à posição de kevod que lhe pertencia e à semelhança de Elohim que tinha, cf. Matityahu 17:2, esvaziou-se a si mesmo e apresentou-se ao mundo como um homem comum, cf. Filipensayah 2:6-7 “6 Que, sendo em forma de ‘Elo(rr)hím(i), não teve por usurpação ser igual a ‘Elo(rr)hím(i), 7 Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens”.

 

·  4) Moshêh foi rejeitado pelo seu próprio povo quando veio a primeira vez. Em shemot 2:14 está escrito: “O qual disse: Quem te tem posto a ti por maioral e shofet sobre nós? Pensas matar-me, como mataste o Mitzry (egípcio)? Então temeu Moshêh, e disse: Certamente este negócio foi descoberto.” Esta foi a primeira vez que Moshêh tentou chegar ao coração dos seus irmãos. Mas não o reconheceram. Nisto encontramos um evento profético que fala do que se iria passar o Mashiach na sua primeira vinda, cf. Yochanan 1:9-13 “9 Porque esta era a luz da verdade que ilumina todos os homens que entram no mundo. 10 Ela estava no mundo e o mundo foi feito por meio dela, entretanto o mundo não a reconheceu. 11 Ela veio para o que era seu; mas os seus não a receberam. 12 No entanto, a todos que a receberam, possibilitou que se tornassem filhos de Elohim, à todos aqueles que confiaram em seu Nome. 13 Estes não são guiados pelo sangue, nem pelos desejos do corpo, nem por vontade humana, ao contrário, são nascidos de Elohim!”. É certo que milhares e milhares receberam-no quando veio. É certo que três mil o receberam no yom de shavuot, quando foi derramado do Ruach hakodesh. É certo que mais adiante nas Escrituras é dito que cinco mil o receberam em Yerushalayim. É certo que em Maasei shilichim 21:20 diz: “20 E, ouvindo-o eles, exaltaram a ‘Elo(rr)hím, e disseram-lhe: Bem vês, irmão, quantos milhares de Yehudim há que crêem, e todos são guardiões da Toráh.” E que também os primeiros 100 mil netzarim eram somente Yehudim e que se calcula que perto do ano 100 da Era Comum, mais ou menos 1 milhão o receberam como o Mashiach prometido, o Mashiach Ben Yosef. Mas infelizmente, a maioria do povo de Yisrael não o recebeu quando veio, e ele foi rejeitado pelos líderes e juízes da sua Nação, que eram os seus. Por isso ele foi se lhes tirado durante muito tempo para logo ser apresentado outra vez com poder, igual a Moshêh.

 

·   5) Moshêh voltou a Yisrael depois de muito tempo. Em shemot 2:23 está escrito: “E aconteceu, depois de muitos yamim, que morrendo o rei do Mitzrayim (Egito), os filhos de Yisrael suspiraram por causa da servidão, e clamaram; e o seu clamor subiu a ‘Elo(rr)hím(i) por causa de sua servidão.” Ainda que Moshêh tenha estado longe do seu povo durante muito tempo, o seu coração estava com eles. E apesar deste ter uma família própria, nunca se sentira integrado no povo e na cultura do seu sogro Yitro. O primeiro filho que teve com a sua esposa Tzíporah, foi chamado Gershon, que significa “estrangeiro ali”. Moshêh nunca se sentira verdadeiramente em casa com o seu sogro, porque o seu coração estava com os Yisraelitas no Mitsrayim. Depois de quarenta anos, Moshêh foi enviado de volta ao Mitsrayim para enfrentar o Paroh e tirar os filhos de Yisrael da sua possessão. De igual modo, o Mashiach voltará, depois de muito tempo, a Yisrael com a autoridade de Yahuh para libertar definitivamente os filhos de Yisrael da opressão do Sistema da Nova Ordem Mundial.

 

·   6) Moshêh foi enviado para confrontar diretamente o Paroh e destruir o seu poder mágico. Em Shemot 3:10 está escrito: “Vem agora, pois, e Eu te enviarei a Paroh para que tires o meu povo (os filhos de Yisrael) do Mitzrayim.” O poder mágico do Mitsrayim tinha o povo hebreu sob escravidão. A única forma de libertar o povo era desafiando os poderes das deidades do Mitsrayim. Também o Paroh era adorado como um “eloha”. As deidades dos Mitsraytas tinham sidos criados com o propósito de manipular o povo através deles. Os magos do Mitsrayim, conheciam os poderes mágicos dos demônios. Moshêh foi enviado para desafiar todo esse poder demoníaco que estava a dominar o sistema mundial político do Mitsrayim. De igual modo, veio o Mashiach ao mundo para desfazer as obras de satan, como lemos em Yochanan Alef 3:8: “Aquilo que causa o pecado vem de haSatan. Porque desde o princípio haSatan é pecador. E eis que para isso se manifestou o Filho de Elohim: para desfazer as obras de haSatan.” Quando Yeshua morreu, na mesma laylah que o cordeiro de Pesach foi comido pelo povo de Yisrael, o poder de satan foi destruído para sempre, como está escrito em Ivrim 2:14-17: “14 E porque os outros filhos são servos da carne e do sangue, também Ele da mesma forma participou das mesmas [coisas]. Por causa disto, através da morte ele afligirá àquele que tinha poder sobre a morte, 15 a fim de livrar todos aqueles que, com medo da morte, estavam por toda a vida na escravidão. 16 Pois, na verdade, Ele não tomou malakhim para fazer habitação no meio deles. Mas tomou à descendência de Avraham. 17 Pelo que convinha que em tudo estivesse com seus irmãos, para se tornar um Kohen Gadol amoroso e fiel nas coisas concernentes a Elohim, a fim de fazer expiação.”

 

·  7) Moshêh foi enviado para libertar o povo da escravidão do Mitsrayim. Em Shemot 3:10 está escrito: “Vem agora, pois, e Eu te enviarei a Paroh para que tires o meu povo (os filhos de Yisrael) do Mitzrayim.” O Paroh simboliza satan. Mitsrayim simboliza o mundo, e a escravidão dos nossos pais simboliza a escravidão dos seres humanos sob o poder do pecado que mora neles. Como Moshêh foi enviado para libertar o povo de Yisrael do poder do Paroh, assim o Mashiah veio para nos libertar do poder de satan. Como Moshêh foi enviado para libertar o povo de Yisrael da terra do Mitsrayim, assim o Mashiach veio para libertar os filhos de Avraham do sistema deste mundo. Como Moshêh foi enviado para libertar o povo de Yisrael da escravidão, assim também veio o Mashiach para nos libertar da escravidão do pecado, como lemos em Ruhomayah 6:5-7: “5 Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; 6 Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele executado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. 7 Porque aquele que está morto está justificado do pecado.”

 

·  8) Moshêh revelou o kadosh Nome do Eterno ao povo. Shemot 3:16 está escrito: “16 Vai, e ajunta os anciãos de Yisrael e dize-lhes: O Yahuh יָהוּה ‘Elo(rr)hím(i) de vossos pais, o ‘Elo(rr)hím(i) de Avraham, de Yts’chak e de Ya’akov, me apareceu, dizendo: Certamente vos tenho visitado e visto o que vos é feito no Mitzrayim.” Quando Moshêh recebeu o chamado de ir ao povo dos seus pais, quis saber o Nome do Seu Elohim. Os filhos de Yisrael conheciam o Nome do Kadosh, bendito seja, e ao vir Moshêh pronunciando o Seu Nome diante deles, reconheceram que verdadeiramente tinha conhecido o Elohim de Avraham, Yitschak e Yaakov. Moshêh foi ordenado a pronunciar o Nome diante do povo, segundo está escrito em Shemot 3:15: “E ‘Elo(rr)hím(i) disse mais a Moshêh: Assim dirás aos filhos de Yisrael: O  Yahuh יָהוּה ‘Elo(rr)hím(i) de vossos pais, o ‘Elo(rr)hím(i) de Avraham, o ‘Elo(rr)hím(i) de Yts’chak, e o ‘Elo(rr)hím(i) de Ya’akov, me enviou a vós; este é meu Nome eternamente [Hemí le’olám] desejo ser lembrado dessa forma, geração após geração.” Moshêh foi ordenado a pronunciar o Nome diante dos filhos de Yisrael. Foi enviado para que eles conhecessem verdadeiramente o significado desse Nome, um significado maravilhoso de liberação da escravidão, de redenção e de salvação. Da mesma forma veio Yeshua em Nome de Yahuh, como lemos em Yochanan 12:13  “13 Pegaram ramos de palmeiras e saíram ao encontro dele, gritando: “Liberte-nos! Bendito é o que vem em Nome de Yahuh, o Rei de Yisra'el!”. Cf também no Tehilim 118:25-26 “25 Salva-nos, agora, te pedimos, ó Yahuh; ó Yahuh, te pedimos, prospera-nos. 26 Bendito aquele que vem em Nome do Yahuh; nós vos bendizemos desde a casa do Yahuh.” É possível que Yeshua tenha sido julgado e condenado à morte pelo Sinédrio, precisamente por ter pronunciado o Nome Kadosh diante deles. Acusaram-no de blasfêmia, segundo o texto de Matityahu 26:64-66: “64 Respondeu-lhe Yeshua: “É como disseste; contudo vos digo que vereis em breve o Filho do homem sentado à destra de Elohim, e vindo sobre as nuvens do shamayim.” 65 Então o Cohen Gadol rasgou as suas vestes, dizendo: “Blasfemou; para que precisamos ainda de testemunhas? Eis que agora acabais de ouvir a sua blasfêmia. 66 Que vos parece?”. Responderam eles: “É réu de morte.” Pela reação do sumo-sacerdote entendemos que aqui pronunciou o Nome, citando o Tehilim 110:1 “1 A Manifestação de Yahuh ao meu Adonai: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.” Segundo o Talmud, pronunciar o Nome Kadosh fora do templo é considerado como blasfêmia. Como Moshêh veio dar a conhecer o Nome de Yahuh a Yisrael, assim o Mashiach Yeshua veio para dar a conhecer o Nome kadosh do Eterno a Yisrael.

 

·  9) Moshêh fez milagres extraordinários. Em shemot 4:5 está escrito: “Para que creiam que te apareceu o Yahuh יָהוּה ‘Elo(rr)hím(i) de seus pais, o ‘Elo(rr)hím(i) de Avraham, o ‘Elo(rr)hím(i) de Yts’chak e o ‘Elo(rr)hím(i) de Ya’akov.” Moshêh foi enviado para fazer milagres extraordinários. Não vimos nenhum homem na terra, até vir o Mashiach Yeshua, que tenha feito sinais e milagres tão grandes como os que fez Moshêh. Há rabinos que dizem que Yirmeyahu é o profeta prometido, que foi levantado como Moshêh, porque tal como com Moshêh, o Eterno também disse a Yirmeyahu que as Suas palavras foram postas na sua boca, cf. Yirmeyahu 1:9 “E estendeu o Yahuh a sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o Yahuh: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca.” É certo que Yirmeyahu falava a Palavra do Eterno, mas não fez os milagres que fez Moshêh. Portanto ele não podia ter sido o profeta que o Eterno levantaria como Moshêh. Não há dúvida de que os milagres feitos por Yeshua, documentados nos ketuvim netsarim, constituem uma evidência que Ele é o cumprimento da promessa de um profeta como Moshêh, com a autoridade do Pai para fazer todo o tipo de milagres extraordinários, entre eles o de abrir os olhos aos cegos, limpar os leprosos, restaurar os paralíticos, expulsar os demônios e levantar os mortos. Em Yochanan 15:24 está escrito: “Se eu não tivesse realizado na presença deles obras que ninguém mais fez, não seriam culpados de pecado; mas agora, eles viram e odiaram tanto a mim como a meu Pai.” Como Moshêh foi enviado a fazer milagres extraordinários para enfrentar o maligno e libertar o povo, assim também o Mashiach Yeshua veio com todo o poder do shamayim para destruir as obras de satan e libertar o povo de Yisrael e o mundo inteiro, das consequências da escravidão do pecado.

 

·  10) Moshêh falou as palavras de Yahuh. Em Shemot 4:12 está escrito: “Vai, pois, agora, e Eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar.” Moshêh foi o profeta número um de Yisrael. Não há nenhum que tenha escrito tantas palavras de Yahuh como ele. Através do seu ministério chegou-nos a revelação da Toráh de uma forma maravilhosa. Contudo, o Mashiach é que nos trouxe a máxima revelação da Toráh de Elohim, como lemos em Matityahu 5:17-18: “17 “Não pensem que vim abolir a Torah ou os Navyim. Não vim abolir, mas tornar [o entendimento] pleno. 18 Sim, é verdade! Digo a vocês: até que o shamayim e a terra passem, nem mesmo um yod ou um risco da Torah passará! Não até que todas as coisas que precisam acontecer tenham ocorrido.” A palavra Toráh refere-se neste contexto aos cinco livros de Moshêh. O Mashiach não veio para anular nada dos escritos de Moshêh, veio sim para confirmá-los e explica-los para que possamos cumpri-los corretamente. Como Moshêh veio como profeta para nos dar a Toráh, a Palavra de Yahuh, assim veio Yeshua como o profeta dos profetas para falar-nos definitivamente aquilo que havia no coração do Pai quando a Toráh foi dada, como lemos em Ivrim 1:1-2: “1 Nos yamim antigos, em que momentos e por quais manifestações Yahuh falou aos pais? Através dos profetas! 2 E sucedeu que nos últimos yamim Ele tem falado a nós pelo Filho, a quem apontou para ser herdeiro de todas as coisas, [e] por quem fez todos os mundos.”

 

Adiquira já o seu livro Yeshua Codificado na Toráh, Mito ou Verdade?

www.clubedeautores.com.br/book/216735--Yeshua_Codificado_na_Torah#.WMgjtG8rK1s

 

Pesquisar no site

Contato

Kahal Israelita de Barcarena Site Parceiros:
matrixnewscom.webnode.com.br/
www.cafetorah.com/
www.torahviva.org/
www.centrodeestudosprofeticos.com.br/
Fone:
(91)91661016
(91)99071682
(91)81228514
Blog indicados:
http://midiajudaica.blogspot.com/
http://leitorah.blogspot.com/

Palavras-chave