Refutando aqueles que dizem que Yeshua não é o Mashiach.

28/03/2017 17:23

Alguns ao se levantarem contra Yeshua o Mashiach de Yisrael, guiados pelo ruach da mentira e do engano dizem:

 

·      Agora eu entendi por meio de uma revelação do Eterno que Yeshua não é o Mashiach! Ou seja, eles dizem que em um determinado momento das suas vidas eles receberam uma revelação sobrenatural que lhes dizia ou que lhes conduziram a estudar e entender que Yeshua não é o Mashiach.

 

        Pois bem, Agora vamos analisar os fatos relatados pelos opositores do Mashiach, aqueles que negaram Yeshua como o Mashiach de Yisrael! O interessante é que esses que hoje se deparam negando Yeshua como o Mashiach de Yisrael, com o argumento de que eles receberam uma revelação sobrenatural do Eterno, e após isso entenderam ou vieram ao reconhecimento de que Yeshua não é o Mashiach, é que os mesmos que hoje dizem que foi por meio de uma revelação do próprio Eterno que eles vieram a negar que Yeshua seja o Mashiach, já disseram em momentos anteriores: no passado eu cheguei a emunah em Yeshua como o Mashiach por meio de uma revelação sobrenatural do Eterno, que me fez ver que Yeshua era o Mashiach de Yisrael. Então surge a pergunta: o Eterno muda? O Eterno fala uma coisa hoje e depois de três anos diz outra totalmente diferente? Caro leitor o Eterno não muda! O Eterno não mente! O Eterno não é um Elohim de confusão! 

 

        Esses que hoje negam a Yeshua estão fazendo uso do seu livre arbítrio, nós aqui não temos o proposito de ofender nem tampouco denegrir a imagem daqueles que abandonaram a Yeshua como o Mashiach de Yisrael, pois eles estão fazendo uso do seu livre arbítrio. Logo nos cabe a oportunidade de fazer a devida refutação das suas ideias, e é isso que faremos aqui! Então vamos analisar quais os argumentos eles usam para negar que Yeshua seja o Mashiach de Yisrael:

 

·    Eles dizem: Yeshua não é o Mashiach! E para tentarem provar isso eles utilizam o texto de Matityahu 2: 22-23 que diz: “22 Ouvindo, porém, que Arquelau reinava em Yehudáh em lugar de seu pai Herodes, temeu ir para lá; mas avisado em sonho por revelação, retirou-se para a terra de Galil, 23 E foi habitar numa cidade chamada Natseret; para que se cumprisse o que fora dito pelo Navy (profeta): “Ele será chamado de Natsry (Nazareno).” Eles usa esse texto para dizerem que Yeshua não pode ser o Mashiach, porque segundo eles neste texto Yeshua seria chamado de Natsry (Nazareno) para se cumprir uma profécia. Então eles logo dizem que não existe em nenhuma parte da Tanáh aonde o Mashiach seria chamado de Natsry (Nazareno). Ou seja, o raciocínio deles é, como que o Mashiach seria chamado de Natsry (Nazareno) se não existe nenhuma profécia no Tanáh dizendo que o Mashiach seria chamado de Natsry (Nazareno)? Matityahu diz que ele seria chamado de Natsry (Nazareno) porém onde está escrito que ele seria chamado de Natsry (Nazareno)? Então eles dizem: isso não está escrito em lugar nenhum!

 

Agora vamos as explicações:

 

        É do conhecimento de todos que não existe no Tanáh uma profécia dizendo de forma literal “o Mashiach será chamado de Natsry (Nazareno).” Então eles dizem, já que não existe então isso é um grande engano! Porem vamos analisar o que na verdade Matityahu quis dizer aqui lendo o Texto em hebraico de Matityahu 2: 22-23.

 

Texto em hebraico transliterado

“22 uvshameu ky arkelos malakh byhudah tachat horros avyv vayiyra lalekhet shamah vayugad-lo davar bachalom vayisov el-gelylot hagalyl 23 vayavo vayeshev bayr hanikret netzaret lemalot et-divrei hanevyym ky natzry yikra lo.” Agora vejamos a tradução: “22 Ouvindo, porém, que Arquelau reinava em Yehudáh em lugar de seu pai Herodes, temeu ir para lá; mas avisado em sonho por revelação, retirou-se para a terra de Galil, 23 E foi habitar numa cidade chamada Natsaret; para que se cumprisse o que fora dito pelo Navy (profeta): “Ele será chamado de Natsry (Nazareno).” De fato não encontramos nenhuma citação direta, no Tanáh, à referência “Ele será chamado Natsry (nazareno)”. Para alguns, a palavra Natsaret, da raiz hebraica Netzer que significa: renovo, rebento, raiz, tronco, seria o cumprimento de uma expressão profética, indicando que o Mashiach seria o Netzer que significa: renovo, rebento, raiz, tronco, da casa de David.

 

    Veja algumas passagens aonde aparece o Mashiach como um Netzer que significa: renovo, rebento, raiz, tronco, da casa de David:

 

Texto de Yeshayahu 11: 1 em hebraico.

 

Texto Transliterado de Yeshayahu 11: 1.

 

“1 Porque brotará um rebento do tronco de Yishai, e das suas raízes um renovo [venétzer] frutificará.

 

        Agora veja o que diz o Texto de Yimeyahu 23: 5 “5 Eis que vêm yamim, diz o Yahuh, em que levantarei a David um Renovo justo [Netser Tsadik, ou; Nazareno Perfeito]; e, sendo rei, reinará e agirá sabiamente, e praticará o juízo e a justiça na terra.” Vejamos ainda o que diz em Yirmeyahu 33: 15 “15 Naqueles yamim e naquele tempo farei brotar a David um Renovo de justiça, e ele fará juízo e justiça na terra.” Veja ainda em Zekachayahu 3: 8 “8 Ouve, pois, Yehoshua, Kohén Gadol, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens portentosos; eis que Eu farei vir o Meu servo, o renovo.” Veja ainda em Zekachayahu 6: 12 “12 E fala-lhe, dizendo: Assim diz o Yahuh dos Exércitos: Eis aqui o homem cujo Nome é renovo; ele brotará do seu lugar, e edificará o templo do Yahuh.” Provavelmente, estas passagem estava na mente de Matityahu, para quem Yeshua é o descendente real, o broto, o renovo da casa de David. Ainda podemos perceber que há um jogo de palavras entre Matityahu com Yeshayahu 11: 2, entre Natzaret e Netser (renovo). Então como se pode ver existe sim, uma profécia que a ponta para o renovo, que brotaria da raiz de Yishai! Vejamos novamente o texto de Yeshayahu 11 completo “1 Porque brotará um rebento do tronco de Yishai, e das suas raízes um renovo [venétzer] frutificará. 2 E repousará sobre ele o Ruach do Yahuh, o ruach de sabedoria e de entendimento, o ruach de conselho e de fortaleza, o ruach de conhecimento e de temor do Yahuh. 3 E deleitar-se-á no temor do Yahuh; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos. 4 Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá toda terra [Érets; planeta] com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio, 5 E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos seus rins. 6 E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará. 7 A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. 8 E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco. 9 Não se fará mal nem dano algum em todo o Meu kadosh monte, porque a terra se encherá do conhecimento do Yahuh, como as águas cobrem o mar. 10 E acontecerá naquele yom que a raiz de Yishai, a qual estará posta por estandarte dos povos, será buscada pelos goyim; e o lugar do seu repouso será esplendoroso. 11 E há de ser que naquele yom o Yahuh tornará a pôr a sua mão para adquirir outra vez o remanescente do seu povo, que for deixado, da Assíria, e do Mitzrayim, e de Patros, e da Etiópia, e de Elan, e de Sinar, e de Hamat, e das ilhas do mar. 12 E levantará um estandarte entre as nações, e ajuntará os desterrados de Yisrael, e os dispersos de Yehudáh congregará desde os quatro confins da terra. 13 E afastar-se-á a inveja de Efrayim, e os adversários de Yehudáh serão desarraigados; Efrayim não invejará a Yehudáh, e Yehudáh não oprimirá a Efrayim. 14 Antes voarão sobre os ombros dos Pelishtim ao ocidente; juntos despojarão aos do oriente; em Edom e Moav porão as suas mãos, e os filhos de Amom lhes obedecerão. 15 E o Yahuh destruirá totalmente a língua do mar do Mitzrayim, e moverá a sua mão contra o rio com a força do seu vento e, ferindo-o, dividi-lo-á em sete correntes e fará que por ele passem com sapatos secos. 16 E haverá caminho plano para o remanescente do seu povo, que for deixado da Assíria, como sucedeu a Yisrael no yom em que subiu da terra do Mitzrayim.” Logo o que Matityahu está fazendo é uma comparação com a palavra Netzer com Natzry pois, de Netzer se extrai a palavra Natzry, um rebento, um renovo. Mais afinal porque Matityahu faz essa comparação? é simples, na verdade esse texto de Yeshayahu 11 é um texto messiânico! Pois esse texto está narrando sobre o Mashiach! Mais alguém pode dizer como você pode provar que esse texto está narrando sobre o Mashiach, se no texto não aparece a palavra Mashiach? Pois bem, na verdade as provas de que esse texto se refere ao Mashiach está no Targum de Yeshayahu 11 que diz: “e sairá dentre os filhos de Yishai o Mashiach que será levantado dentre os filhos de seus filhos.” Logo como podemos ver esse texto de Yeshayahu 11 é uma profécia sobre o Mashiach que seria levantado dentre os filhos de Yishai, ou seja, dentre os filhos de seus filhos! Então Matityahu estava se utilizando de uma informação da tradição judaica de que Yeshayahu 11 se referia ao Mashiach, o renovo da raiz de Yishai, o Netzer, para assim fazer o seu comentário em referencia ao Netzaret e Natzry. E para provar que esse texto se refere ao Mashiach que é Yeshua usaremos aqui o código da Toráh:

 

No texto de Yeshayahu 10: 32 – 12: 4 aparece codificado Yeshua saltando 511 letras equidistante.

 

Veja que neste texto aparece codificado o Nome Yeshua saltando 511 letras equidistante. E o que é interessante é que Yeshua está codificado justamente neste texto aonde narra o Netzer, o renovo, e sobre a restauração de todas as coisas com a vinda do Mashiach.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

23 Porque determinada já a destruição, o Yahuh Elohím dos Exércitos a executará no meio de toda esta terra.

24 Por isso assim diz o Yahuh Elohím dos Exércitos: Povo meu, que habitas em T’Siyón, não temas à Assíria, quando te ferir com a vara, e contra ti levantar o seu bordão à maneira dos Mitsraitas.

25 Porque daqui a bem pouco se cumprirá a minha indignação e a minha ira, para a consumir.

26 Porque o Yahuh dos Exércitos suscitará contra ela um flagelo, como na matança de Midiam junto à rocha de Orev; e a sua vara estará sobre o mar, e ele a levantará como sucedeu aos Mitsraitas.

27 E acontecerá, naquele yom, que a sua carga será tirada do teu ombro, e o seu jugo do teu pescoço; e o jugo será despedaçado por causa da unção.

28 Já vem chegando a Aiate, já vai passando por Migrom, e em Micmás deixa a sua bagagem.

29 Já passaram o desfiladeiro, já se alojam em Yeba; já Ramá treme, e Guibeá de Shaul vai fugindo.

30 Clama alto com a tua voz, ó filha de Galim! Ouve, ó Laís! Ó tu pobre Anatote!

31 Madmena já se foi; os moradores de Guebim vão fugindo em bandos.

32 Ainda um yom parará em Nobe; acenará com a sua mão contra o monte da filha de T’Siyón, o outeiro de Yerushalayim.

33 Mas eis que o Yahuh, o Yahuh dos Exércitos, cortará os ramos com violência, e os de alta estatura serão cortados, e os altivos serão abatidos.

34 E cortará com ferro a espessura da floresta, e o Líbano cairá à mão de um poderoso.

1 Porque brotará um rebento do tronco de Yishai, e das suas raízes um renovo [ve’nétser] frutificará.

2 E repousará sobre ele o Ruach do Yahuh, o ruach de sabedoria e de entendimento, o ruach de conselho e de fortaleza, o ruach de conhecimento e de temor do Yahuh.

3 E deleitar-se-á no temor do Yahuh; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos.

4 Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá toda terra [Érets;planeta] com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio,

5 E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos seus rins.

6 E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará.

7 A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi.

8 E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco.

9 Não se fará mal nem dano algum em todo o meu kadosh monte, porque a terra se encherá do conhecimento do Yahuh, como as águas cobrem o mar.

10 E acontecerá naquele yom que a raiz de Yishai, a qual estará posta por estandarte [Lenés] dos povos, será buscada pelos goyim; e o lugar do seu repouso será esplendoroso.

11 E há de ser que naquele yom o Yahuh tornará a pôr a sua mão para adquirir outra vez o remanescente do seu povo, que for deixado, da Assíria, e do Mitsrayim, e de Patros, e da Etiópia, e de Elam, e de Shinar, e de Hamate, e das ilhas do mar.

12 E levantará um estandarte entre as nações, e ajuntará os desterrados de Yisrael, e os dispersos de Yehudáh congregará desde os quatro confins da terra.

13 E afastar-se-á a inveja de Efrayim, e os adversários de Yehudáh serão desarraigados; Efrayim não invejará a Yehudáh, e Yehudáh não oprimirá a Efrayim.

14 Antes voarão sobre os ombros dos filishtim ao ocidente; juntos despojarão aos do oriente; em Edom e Moav porão as suas mãos, e os filhos de Amom lhes obedecerão.

15 E o Yahuh destruirá totalmente a língua do mar do Mitsrayim, e moverá a sua mão contra o rio com a força do seu vento e, ferindo-o, dividi-lo-á em sete correntes e fará que por ele passem com sapatos secos.

16 E haverá caminho plano para o remanescente do seu povo, que for deixado da Assíria, como sucedeu a Yisrael no yom em que subiu da terra do Mitsrayim.

1 E dirás naquele yom: Hessed te dou, ó Yahuh, porque, ainda que te iraste contra mim, a tua ira se retirou, e tu me consolas.

2 Eis que Elohím é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque YAH Yahuh é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação.

3 E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação.

4 E direis naquele yom: Dai hessed ao Yahuh, invocai o seu Nome [Shem], fazei notório os seus feitos entre os povos, contai quão excelso é o seu Nome [Shem].

 

        Veja ainda no texto de Yeshayahu 10: 32 – 11: 7, que aparece Yeshua codificado saltando 136 letras equidistante.

 

Yeshayahu 10: 32 – 11: 7.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

32 Ainda um yom parará em Nobe; acenará com a sua mão contra o monte da filha de T’Siyón, o outeiro de Yerushalayim.

33 Mas eis que o Yahuh, o Yahuh dos Exércitos, cortará os ramos com violência, e os de alta estatura serão cortados, e os altivos serão abatidos.

34 E cortará com ferro a espessura da floresta, e o Líbano cairá à mão de um poderoso.

1 Porque brotará um rebento do tronco de Yishai, e das suas raízes um renovo [ve’nétser] frutificará.

2 E repousará sobre ele o Ruach do Yahuh, o ruach de sabedoria e de entendimento, o ruach de conselho e de fortaleza, o ruach de conhecimento e de temor do Yahuh.

3 E deleitar-se-á no temor do Yahuh; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos.

4 Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá toda terra [Érets; planeta] com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio,

5 E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos seus rins.

6 E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará.

7 A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi.

Mais como Matityahu chegou a essa conclusão de que Netzer tem haver com Mashiach? Porque ele não fez uma interpretação literal do texto, Matityahu fez uma interpretação além do nível literal, pois de acordo com os métodos de interpretação judaica, existem quatros níveis de interpretação das Escrituras:

 

Os Quatro Níveis de Conhecimento

 

        Existem quatro níveis de interpretações utilizados pelos sábios Yehud. Devido a profunda visão judaica sobre as Escrituras (Toráh e Tanach) O entendimento do judaísmo sobre as escrituras chega a quatro impressionantes níveis, toda a interpretação da Toráh depende muito da forma como os Yehudim estudam a Toráh e o Tanach, que nas Escrituras das filhas de Bavel equivale ao Antigo Testamento, é possível chegar ao nível mais profundo de interpretação chamado: Pardês. Pardês na tradução literal significa Jardim, porém significa um acróstico de um método de estudo das Kadoshim Escrituras cada uma atendendo a capacidade da pessoa naquele momento, em outras palavras Pardês representa quatro diferentes abordagens da exegese das Escrituras no Judaísmo rabínico. O nome, por vezes também escrito PaRDeS é uma sigla para as quatro abordagens:

 

·  1 – Peshat – o “simples significado”, ou significado literal. Assim é ensinado para as crianças e adultos que ainda não estão familiarizados com a Literatura da Toráh. O ensinamento Literal é o mais apropriado neste caso.

 

·   2 – Remez – “dicas” de um significado Alegorico, um ensinamento mais profundo, e não apenas a expressão literal. Atingidos por pessoas com melhor nivel cultural e amplo conhecimento de Toráh.

 

·   3 – Drash – “interpretação”; descobrir o significado através do Midrash, analisando as palavras, a colocação, os formatos das Letras, por comparação de palavras e formas e também por ocorrências semelhantes noutros locais. Aqui este nível está disponível para pessoas de grande conhecimento em Toráh, já no caso destacando-se dos demais!

 

·    4 – Sod – o “segredo” ou o significado místico e metafísico de uma passagem. Trata-se aqui de um conhecimento secreto, geralmente está mais para as pessoas que estão com um nível muito avançado de conhecimento de Toráh. No caso o Sod é alcançado por exegetas, rabinos, e aspirantes a Kabalah.

 

             O importante é que todas as quatro formas de estudo do Pardês nunca contradiz o significado base. Cada nível de conhecimento é revelado para quem está preparado para recebê-lo. Não se pode subir uma escada saltando degraus. É preciso subir degrau por degrau, respeitando o tempo e as limitações momentâneas, para que no momento certo, toda a verdade possa ser revelada sem causar danos psicológicos!

 

               Quando Matityahu percebeu que Natzret tinha uma conecção com Netzer, e que Netzer tem uma conecção com o Mashiach conforme se pode ver no Targum, ele estava fazendo uma interpretação no nível Sod, pois todos os escritores da Brit Chadashah eram Yehudim! Como vocês puderam ver aqui nós citamos o Targum que diz que Netzer é o Mashiach! Mais podemos citar ainda uma obra rabínica Mikraot Gedolot que é uma obra medieval que é conhecida como a segunda Bíblia ou de a Bíblia rabínica, pois nela contem as Escrituras, porém nela consta vários comentários rabínicos. E Mikraot Gedolot que é uma obra com quase 30 volumes, somente sobre o livro de Yeshayahu são dois volumes. Pois bem, nesta obra nós vemos que os rabinos quando eles comentam Yeshayahu 11 eles dizem que o texto está falando sobre o Melekh Mashiach, que virá para redimi-los! Logo como podemos ver nesta obra os rabinos interpretam assim como o Targum que Yeshayhu 11 se refere ao Mashiach. E por sua vez, ainda podemos ver nesta obra escrito que a raiz de Yishai é uma alusão ao Melekh haMashiach! Vemos com todas as letras que essa obra de origem rabínica interpreta Yeshayahu 11 da mesma maneira que Matityahu a interpretou! Mais as citações não acabam por aqui! Podemos citar ainda o Midrash Rabah, que é uma obra judaica, de origem rabínica, também nos fala que Yeshayahu 11: 2 é uma referencia ao Mashiach! Mais para uma melhor compreensão sobre o contexto de Midrash Rabah, nós lemos na Toráh que começa dizendo:

א. בְּרֵאשִׁית בָּרָא אֱלֹהִים אֵת הַשָּׁמַיִם וְאֵת הָאָרֶץ:

ב. וְהָאָרֶץ הָיְתָה תֹהוּ וָבֹהוּ וְחשֶׁךְ עַל פְּנֵי תְהוֹם וְרוּחַ אֱלֹהִים מְרַחֶפֶת עַל פְּנֵי הַמָּיִם:

1 No princípio criou Elohim os shamayim e a terra

2 E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Ruach de Elohim se movia sobre a face das águas (hamayim).

 

            Repare que no verso 2 nós vemos que וְרוּחַ אֱלֹהִים  Ruach de Elohim se movia sobre a face das águas, e se nós lermos Bereshit Rabah nos capítulos 2:4 e 8:1 veremos que há uma explicação que Ruach de Elohim que é o espirito de Elohim que se movia sobre a face das águas, é o espirito do Mashiach. Logo chegamos à conclusão que era o Mashiach que se manifestava no momento da criação. O Ruach de Elohim é o espirito do Mashiach! Que se movimentava ou que se movia criando todas as coisas. Isso se compatibiliza com o Talmud Masechem Nedarim 39b “quando aponta que existe sete coisas que existiam antes da criação do mundo (universo), e uma dessas coisas é o Mashiach, ou seja, o Mashiach Ele pré-existe á própria criação, antes de tudo ser criado o Mashiach já existia. Em Bereshit Rabah 2:4 há uma explicação que este espirito de Elohim é o próprio Mashiach, que é o agente da criação, e para comprovar isso o Midrash Rabah faz uma citação a Yeshayahu 11: 2 que diz: “2 E repousará sobre ele o Ruach do Yahuh, o ruach de sabedoria e de entendimento, o ruach de conselho e de fortaleza, o ruach de conhecimento e de temor do Yahuh.” Por sua vez, o Talmud Bavilim Pesachim 68 explica que o universo foi criado pela palavra que é a Toráh e a palavra Toráh é chamada de Reshit, ou seja, o principio de tudo. Pois bem, com isso nós vimos que tanto o Targum afirma que Yeshayahu 11 é uma profécia Messiânica como Mikraot Gedolot como o Midrash Rabah afirmam a mesma coisa! Logo querer negar que Yeshua é o Mashiach usando como desculpa o texto de Matityahu 2: 22-23 é o mesmo que trocar o direito de primogenitura por um prato de lentilhas! 

 

Adiquira já o seu livro Yeshua Codificado na Toráh, Mito ou Verdade?

www.clubedeautores.com.br/book/216735--Yeshua_Codificado_na_Torah#.WMgjtG8rK1s

 

Pesquisar no site

Contato

Kahal Israelita de Barcarena Site Parceiros:
matrixnewscom.webnode.com.br/
www.cafetorah.com/
www.torahviva.org/
www.centrodeestudosprofeticos.com.br/
Fone:
(91)91661016
(91)99071682
(91)81228514
Blog indicados:
http://midiajudaica.blogspot.com/
http://leitorah.blogspot.com/

Palavras-chave